Ladrão é preso em Januaria após roubar 1.500 reais

No dia 05 de setembro, a Guarnição PM compareceu à rua 23, bairro Novo Milênio, onde o solicitante/vítima, M. R. Neto, informou aos militares que dois indivíduos, usando capacetes fechados, com viseira baixa, trajando blusão de frio de cor preta, em uma motocicleta HONDA/BROS, de cor preta, não sabendo informar a placa, o abordou, juntamente, com o mototaxista que o conduzia; ao descerem da moto, os autores de posse de um revólver, aproximaram-se e anunciaram o assalto, exigindo que passasse os entregasse todo dinheiro que possuía, levando a quantia de  R$ 1.540,00 (Um mil quinhentos e quarenta reais) em em dinheiro referente a venda da metade de um lote em Bonito de Minas.
A vítima relatou aos militares que o suspeito estava trajando uma camiseta gola olímpica, de cor verde e uma bermuda jeans de cor azul, uma vez que, este observara de longe, o momento em que a vítima recebera a quantia das mãos do comprador.
De posse das informações, foi procedida abordagem e busca pessoal neste cidadão, vindo a identificá-lo pelo nome de M. L. Brandão, vulgo "pé de pano", porém, nada de ilícito foi encontrado em seu poder, ao verificar o celular do suspeito, a PM obsevou que havia realizado 06 (seis) ligações para um determinado número no momento em que ocorrera a ação delituosa.
No momento em que os militares estava de posse do celular, este veio a tocar, tendo os policiais atendido uma ligação onde o interlocutor confirmou o “sucesso da ação delituosa”, e que estava com  a quantia de R$ 1.540,00 (Um mil quinhentos e quarenta reais) na mão. Face ao exposto, o autor confessou, espontaneamente, na presença da vítima e da testemunha que havia planejado toda a ação criminosa dizendo, ainda, que o seu comparsa era o seu enteado, o menor C. I. A. de Oliveira, 17 anos.
Diante do fato, foi dada voz de prisão ao autor, pelo envolvimento no crime de roubo, o qual foi informado dos seus Direitos Constitucionais e conduzido até a Delegacia da policia civil, sem lesões corporais, juntamente, com o aparelho celular apreendido. A PM realizou rastreamento no intuito de localizar o menor bem como recuperar o dinheiro, porém, até o momento, sem êxito. Rastreamento continua.
COM INFORMAÇÃO DA ASCOM PM