POLÍCIA FEDERAL PRENDE ESTELIONATÁRIO EM MONTES CLAROS


 delegado da Polícia Federal, Thiago Garcia Amorim.(FOTO)
A Polícia Federal prendeu, na tarde da última terça-feira, 1º de dezembro, um estelionatário de 55 anos, que atuava em Montes Claros.
Segundo a PF, o estelionatário, M. C., foi preso em flagrante enquanto apresentava documentos falsos em um cartório de Registro Civil nesta cidade tentando se passar por outra pessoa. O flagrante foi ratificado pelo delegado da Polícia Federal, Thiago Garcia Amorim.
Trata-se de uma quadrilha de estelionatários que atuava na falsificação de documentos de pessoas proprietárias de imóveis na cidade.
Segundo o delegado Thiago Garcia, os integrantes da quadrilha obtinham informações a respeito, geralmente, de imóveis abandonados, e falsificavam os documentos de seus proprietários.
“De posse dos documentos pessoais, lavravam procurações públicas ideologicamente falsas e negociavam a venda do imóvel, registrando a transferência no cartório de registro de imóveis”, pontua Garcia.
No caso, foi identificado que o documento de identidade da proprietária de uma casa abandonada no centro de Montes Claros apresentava sinais de falsidade, já que, embora supostamente emitida no Estado de Minas Gerais, constava no documento ter sido emitido no Instituto Ricardo Gunbleton Daunt, localizado no Estado de São Paulo.
Ainda segundo o delegado da Polícia Federal, a ação serve de alerta aos notariais da cidade.

“Fraudes desta espécie têm acontecido diuturnamente, obrigando a devida atenção com os documentos apresentados pelos clientes quando da formalização de documentos públicos. Estamos trabalhando diuturnamente para o combate a estes e outros crimes, e especificamente, quanto a esta quadrilha, novas prisões poderão ser efetuadas a qualquer momento”, alertou Thiago Garcia.(WHATSAP)